Pgina Inicial
    Diretoria Executiva
    Palavra do Presidente
    Histria da Aplacana
    Quadro de Funcionrios
    Plano de Sade Empresarial
    Tabela de Taxas 2014/2015
    Unidades de Fornecimento
    Agendamento de Servios
    Mais Pginas
    Notcias
    Galerias de Fotos
    Links teis
    Fale Conosco
    Contatos
 
    Administrativo
    Agrcola
    Assistncia Social
    Fiscalizao
    Jurdico
 
    Relao de Associados
    Como Associar-se
    Por que Associar-se ?
    Artigos Tcnicos
    Relatrios

Notcias:


18/12/2017 15:17:00 - Atualizado em 18/12/2017 15:20:00 -

Brasil aumenta importao de etanol, petrleo, gasolina e diesel

importaes de gasolina cresceram 56% neste ano, de diesel 61%, 25% mais de petrleo, de janeiro a outubro j importamos 1,7 bilho de litros de etanol

Seguem firmes as importaes de etanol, mesmo aps a tributao acima do que exceder 150 milhes de litros por trimestre, pagando-se 20% de imposto. J em outubro 51 milhes de litros pagaram a cota, pois em setembro foram importados 110 milhes e em outubro, 91 milhes. De janeiro a outubro j importamos 1,7 bilho de litros, observa Marcos Fava Neves Professor Titular da FEA/USP, Campus de Ribeiro Preto.

Fava Neves salienta que, alm de trazer etanol de fora, o Brasil importou em outubro 60% a mais de petrleo que o mesmo ms de 2016. Foram 21,4 milhes de barris, ante 13,4 milhes um ano atrs.

 

Desde janeiro crescemos 25%, trazendo j 193 milhes de barris. Nossa produo desse ano atingiu o menor volume desde 2010. Dobramos a importao de diesel tambm no ms de outubro e desde janeiro estamos 61% acima, com 65 milhes de barris. Tombo tambm na gasolina, que teve suas importaes crescendo 56% neste ano, em parte pela queda na produo de derivados do petrleo no Brasil em quase 6%.

No etanol, segundo a Unica em novembro as usinas do Centro Sul venderam 2,33 bilhes de litros (apenas 90 milhes na exportao). De hidratado foram 1,46 bilho de litros, 40% a mais que o mesmo ms do ano passado. Foi competitivo em outubro abastecer com etanol em SP, MG, GO e MT.

Ponto negativo aqui o Paran, que grande produtor, precisaria ajudar mais no consumo. Tarefa de casa para a cadeia produtiva paranaense. Em muitas regies do pas, principalmente nas regies distantes da cana, j no se tem maisetanol. De acordo com a ANP (Agncia Nacional de Petrleo, Gs Natural e Biocombustveis, em novembro tnhamos 42.171 postos no Brasil 8.249 no tem bombas de hidratado (19,56%), conta o Professor.

Pela mesma ANP em outubro se consumiu 15% a mais de etanol, derrubando o consumo de gasolina A em quase 60 milhes de litros na comparao entre os perodos.

Porm, no ano a conta negativa para o setor de cana: de janeiro a outubro consumimos de gasolina A 26,906 bilhes de litros (5% a mais) e o hidratadoapenas 10,8 bilhes de litros, quase 15% a menos. O consumo de combustveis em outubro foi 1,7% maior que setembro e neste ano estamos com 0,2% acima de 2016, mesmo com sensvel aumento de preos. Acumulado no ano, o diesel estar 0,4% acima, a gasolina 5% acima e o etanol 13% abaixo.

A Anfavea acredita que 15% da frota nacional ainda seja a gasolina, um total de 15 milhes de carros. Estima-se que nossa frota deve crescer em 3% por ano at 2030 e o consumo de combustveis chegar a 170 bilhes de litros, quase 60% a mais do atual.

 

FONTE: www.canaonline.com.br

 







APLACANA.COM.BR - ASSOCIAO DOS PLANTADORES DE CANA DA REGIO DE MONTE APRAZVEL
Avenida Santos Dumont, n. 555, Jd Bom Jesus Monte Aprazvel-SP - Telefone: (17) 3275-9670 - FAX: (17) 3275-1230
PortalSQL v1.0 Locado por: 2000 produtoraferreira.com.br - Todos os direitos reservados.